Juliane por aqui, e vim contar para vocês um pouco da minha trajetória!

 Sou curitibana, me formei em fisioterapia pela Universidade Federal do Paraná, fiz duas pós-graduações (acupuntura e dermato-funcional).

 Trabalhei diretamente no mercado de trabalho como fisioterapeuta e em 7 meses eu já liderava uma equipe e estava gerenciando pessoas e processos.

  Sempre fui muito focada, dedicada e disciplinada. E meu lado comercial e empreendedor sempre falou mais alto. Percebia que eu tinha um destaque e que toda minha dedicação seria incrível em um negócio próprio.

  Minha formação de fisioterapeuta ainda agrega no meu negócio, visto que preciso orientar a equipe da Baby Share para direcionar corretamente os clientes com o produto adequado para cada fase do desenvolvimento motor da criança. 

  Acredito na gestão pelo exemplo, no atendimento humanizado e que qualidade e um bom atendimento ao cliente tanto durante quando no pós, é fundamental.

  Ah! Eu não trabalho sozinha não! Tenho uma equipe incrível ao meu lado.

 E a você que ficou até aqui, continue lendo para entender o POR QUE A BABY SHARE SURGIU?

Vamos lá: 

Você sabe bem, ou esta aprendendo, que o desenvolvimento de um bebê acontece de forma muito rápida. No começo, ele apenas observa com seus olhinhos e movimenta o corpo de forma arbitrária. Rapidamente, tudo isso vai mudando. Ele começa a sustentar a cabeça sozinho, aprende a segurar objetos, aprende a engatinhar, a sentar. Enfim, não para mais de aprender.

 E para cada fase do aprendizado, é importante a participação dos pais, estimulando e oferecendo aos seus filhos novas experiências. E uma ferramenta que contribui muito nessa tarefa são os brinquedos. Eles são pensados e criados para despertar o interesse e os sentidos do bebê. São fundamentais proporcionando desenvolvimento sensorial, cognitivo e motor.

 Em cada idade são recomendados brinquedos e acessórios diferentes que vão desenvolver novas habilidades nos bebês. Mas, como o processo de desenvolvimento se dá de maneira muito rápida, acaba que, em pouco tempo, os bebês perdem o interesse no brinquedo.

 Foi pensando nesse cenário que a Baby Share chegou em 2016. Uma proposta inovadora, diferenciada, e pioneira na cidade de Curitiba e região metropolitana, no Paraná.

 Trabalhamos com um conceito diferente, ao invés de você comprar um brinquedo de qualidade (e que normalmente custa caro no Brasil), você vai alugar esse brinquedo e pagar muito menos por isso. É um conceito muito mais inteligente para oferecer ao seu bebê brinquedos de altíssima qualidade

  Quer conhecer mais sobre nós? Acesse nosso Blog ou nos siga no nas redes sociais.


 
 

 
 
 



Propiciar momentos de alegria, felicidade e desenvolvimento psicomotor para as crianças, tranquilidade e segurança para seus pais, pois seus filhos estarão brincando e aprendendo com produtos seguros e de qualidade. Promover a sustentabilidade ambiental pelo reuso dos brinquedos proporcionando o acesso a brinquedos de alto valor agregado a todas as classes.
 
 
Estar entre os principais players do mercado e ser referência de excelência de produtos e serviços.
 
 

 Possibilitar que, durante um dos momentos mais belos da vida de uma família, seja possível oferecer ao seu bebê o que tem de melhor em conforto, qualidade e modernidade em brinquedos para o seu desenvolvimento e artigos das melhores marcas para proporcionar aos pais satisfação, tranquilidade e segurança.

- Possibilidade de utilização dos brinquedos e artigos por um maior número de crianças, trazendo os benefícios que cada um deles pode contribuir com o desenvolvimento atual do seu filho.

- Em um mundo onde a preocupação com a sustentabilidade e a exploração dos recursos naturais do nosso planeta são uma constante cada vez maior, precisamos fazer nossa parte com a utilização consciente destes recursos, assim a locação também se torna uma forma de contribuir com o planeta que queremos deixar para nossos filhos e netos.

- Acessibilidade a brinquedos que possuem um alto valor (e muitos nem são encontrados no Brasil) e em sua maioria agregado a um custo elevado de aquisição, permitindo, assim, que mais pessoas possam ter oportunidade de utiliza-los e ajudar no processo de desenvolvimento dos seus filhos.